17votadas

David Posada, Un xenetista vigués entre a listaxe dos máis influintes do mundo [en/cas]

No FV en castelán -> ir.gl/760410 A listaxe está elaborada co índice de referencias ao traballo feitas por outros especialistas do mesmo eido. David inclue a Vigo nunha listaxe na que están tamén institucións coma Harvard ou Stanford, o CSIC castelán, a universidade de Barcelona... O seu grupo, Phylogenomics Lab, usa técnicas de biocomputación para entender cómo evoluen as especies no tempo. Os seus programas informáticos son utilizados por decenas de miles de cientistas en todo o mundo.

 sen comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 104
12votadas

Unha tese establece unha metodoloxía para a cría do cabaliño de mar

Unha tese dirixida polo Consello Superior de Investigacións Científicas (CSIC) permitiron avanzar na cría en catividade do cabaliño de mar narizón (Hippocampus guttulatus), unha das liñas de investigación que teñen lugar na Galiza. Así, serviu para establecer unha metodoloxía para a cría desta especie protexida.

 sen comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 111
18votadas

Atlas estatístico de tecnociencia por rexións europeas

O Eurostat permite a consulta do 'Statistical Atlas 2013' a escala rexional. En Galiza a porcentaxe de persoas investigadoras respecto do total de persoas empregadas é do 0,99% (como Murcia). En canto ao número de solicitude de patentes por millón de habitantes os datos por provincias son: A Coruña 12, Pontevedra 10, Lugo 3, Ourense 3. Moi lonxe das 70 de Navarra ou as 67 de Barcelona.

 2 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 111
23votadas

Disque a Xunta leva 3 anos sen investir un euro en ciencia

A Asociación Galega de Comunicación de Cultura Científica e Tecnolóxica (AGCCCT) tamén coñecida como DivulgACCIÓN divulgaccion.org/ denunciou hoxe na Coruña, no seu terceiro encontro anual, a falta de axudas públicas e privadas para desenvolver a investigación científica. Os orzamentos xerais da Xunta non destinan un só euro para proxectos científicos desde hai anos.

 1 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 101
15votadas

Porque é que o polvo não fica emaranhado nos seus tentáculos? vídeo

É um mistério que intriga os cientistas: como é que o polvo evita que os seus oito braços fiquem emaranhados, já que cada membro é independente dos outros sete no cérebro do animal? Recetores sensoriais nos lados de cada membro sentem as moléculas na pele e inibem o reflexo de agarrar. Os tentáculos do polvo são autónomos e podem continuar a mexer-se durante uma hora após terem sido amputados. O braço amputado agarra um tentáculo sem pele como se fosse um qualquer objeto. Mas quando esticaram a pele em discos de plástico não os agarrou.

 sen comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 119
14votadas

Lua resultou do choque de um planeta com a Terra

Análises de sedimentos lunares recolhidos pelos astronautas das missões Apollo 11, 12 e 16 detetaram indícios de que a Lua é o resultado de um embate entre a Terra e outro planeta, há vários biliões de anos.

 sen comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 113
17votadas

Este cientista negro famoso dá uma resposta a uma pergunta um tanto presunçosa vídeo

Durante uma conferência de ciência, uma pergunta é feita por Lawrence Summers, um dos convidados e ex-presidente da Universidade de Harvard, que sugere que diferenças genéticas explicariam o fato de haver bem menos mulheres no campo da ciência do que homens.

 sen comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 101
17votadas

Aprender a língua das plantas para compreender o meio ambiente vídeo

As plantas falam e comunicam. Utilizando uma linguagem, ainda pouco conhecida, elas enviam mensagens a outras plantas e ao meio ambiente. “As plantas são capazes de sentir o campo gravitacional, os campos elétricos, magnéticos, os gradientes químicos, etc. Esta enorme quantidade de informação que as plantas percecionam e transpõem está lá, à nossa disposição, temos apenas de ser capazes de encontrar uma maneira de decifrá-la e de torná-la inteligível”, explica o cientista Stefano Mancuso.

 1 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 111
15votadas

A Galiza marciana: Viveiro dá nome a un cráter de Marte

En 1979, a Unión Astronómica Internacional bautizou un cráter de 29 quilómetros co nome deste municipio de Lugo.

 2 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 112
15votadas

O verme que veio das praias para nos dar um sangue universal

O verme Arenicola marina vive nas praias, na zona entre as marés. A forma como consegue respirar num ambiente ora sem água, ora inundado, era um mistério que Franck Zal tentou desvendar. Este cientista francês acabou por estudar a molécula que neste verme leva oxigénio às células e descobriu que, afinal, essa molécula poderá funcionar como sangue humano. A empresa Hemarina quer desenvolver sangue compatível com qualquer pessoa e que também poderá ser usado para manter órgãos destinados a transplantes e curar feridas de diabéticos.

15votadas

Luís Iglesias, o naturalista que describiu a vida social das formigas

A Academia de Ciencias homenaxea ó vigués que catalogou novas especies de insectos e loitou contra as pragas agrícolas.

 1 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 96
17votadas

Nova vacina para o vírus de Ébola funciona em chimpanzés

A vacina foi desenvolvida primeiro para humanos, mas não obteve autorização para ser testada em pessoas. E foi aproveitada por uma equipa de cientistas liderados por Peter Walsh, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, que a testou com sucesso em seis chimpanzés. Os resultados foram publicados nesta segunda-feira na revista Proceedings of the National Academy of Sciences dos Estados Unidos (PNAS).

 2 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 107
11votadas

Prémio Longitude quer atribuir 12 milhões de euros para resolver problema do século XXI

Quando, em 1714, o Governo britânico criou o Prémio Longitude de 20.000 libras, não era possível determinar com rigor a localização de um navio no mar. Media-se a latitude no oceano, mas não a longitude, o que levou à morte de muitos marinheiros em naufrágios. O relojoeiro britânico John Harrison inventou o cronómetro marítimo e acabou por ser premiado ao fim de muitas décadas. A 22 de Maio, iniciou-se no Reino Unido a votação pública para eleger o tema que vai estar em jogo no novo Prémio Longitude, lançado 300 anos depois do original.

 2 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 119
12votadas

Walter Alvarez: Ciência moderna nasceu com os Descobrimentos portugueses

O geólogo, que em 1980 revolucionou a ciência ao descobrir que os dinossauros tinham sido extintos pelo impacto de um asteróide, acredita hoje que a ciência moderna nasceu em Portugal. Na conferência que dá esta quinta-feira à tarde no Porto, na Fundação de Serralves, explica porquê. "Numa revolução científica, as ideiam mudam, e foi isso o que aconteceu em Portugal nos séculos XV e XVI. [...] Também se desenvolvem novos instrumentos e técnicas, e foi o que os portugueses fizeram, [...] (ademais) existiu um grande matemático, Pedro Nunes".

 6 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 93
23votadas

Portuguesa inventa condensador que pode revolucionar os carros eléctricos

O trabalho desenvolvido por uma jovem cientista portuguesa a viver em Londres pode vir a revolucionar o mercado dos carros eléctricos e híbridos. Tatiana Correia trabalha no Laboratório Nacional de Física (NPL) do Reino Unido, onde a equipa que lidera inventou um condensador que terá implicações no peso, na autonomia, na longevidade e no preço deste tipo de veículos. Tatiana foi a primeira portuguesa a ingressar nesta instituição. O condensador HITECA é feito de um material capaz de resistir a temperaturas muito mais elevadas do que o normal.

 sen comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 136

Chuza