22votadas

2004-2014: avança o neocastrapo

Ainda não imagino os leitores de Palavra Comum, mas como suponho que algum há de não ser galego, é bom logo que faça uma aclaração de termos: Cá, neste Impaís ao norte do Minho, chama-se-lhe “castrapo” à mistura de galego com castelhano, galego na estrutura mas castelhano em muitos termos, principalmente os cultos. Este patois é o resultado de quinhentos anos de falta de escola na língua patrimonial.

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 94
23votadas

Os apelidos galegos e a súa distribución territorial

A onomástica é a disciplina que se ocupa do estudo dos nomes propios, referidos a persoas ou a lugares, en cuxos respectivos casos se chama antroponimia ou toponimia. Sobre estes particulares asuntos, chama a atención, con todas as imprecisións derivadas dunha análise especialmente intuitiva, como a xente de idade ás veces dá mostras de ter unha relativa capacidade para adscribir apelidos a comarcas concretas. Posibelmente, isto estea en relación co costume, tan arraizado na Galiza tradicional, de ir aos enterramentos e de ver os xornais...

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 95
31votadas

Dez anos do unánime e incumprido Plan xeral de normalización da lingua galega

Anunciouse en 2002 e despois dun proceso de redacción e discusión, votouse en sede parlamentaria o 22 de setembro de 2004 o Plan xeral de normalización da lingua galega, que foi aprobado por unanimidade. Cumpre agora 10 anos, mais os seus obxectivos están por cumprir e gran parte das súas medidas por poñer en marcha..

 5 comentarios en: Cultura, Língua karma: 96
24votadas

O Tribunal Superior das Baleares anula o Decreto de aplicação do trilinguismo no ensino

A Sala contenciosa administrativa do Tribunal Superior Justiça das Illas Balears Acordou hoje três sentenças nas que se aceitam os recursos apresentados por CCOO, STEI e UGT e declara nulo o Decreto do Governo que regula o Tratamento Integrado das Língüas (TIL) nos centros docentes não universitários do arquipélago. É justo que durante todo um curso escolar se tenha aplicado um decreto que agora é nulo? A lentidão da justiça favorece os que fazem um mau uso do poder comportando-se como senhores feudais.

 2 comentarios en: Cultura, Língua karma: 100
19votadas

Xavier Alcalá: Rakhoi e Feikhó

Conseguiram que os galegos sejam tão burros como os castelhanos para lerem e falarem línguas alheias. Com a agravante de terem afastado o galego da sua forma gráfica histórica, que o junta ao português. A repressão, que hoje perdura, exerce-se impedindo que os autores possam ser galardoados com prémios se as suas obras não estiverem escritas segundo a norma gráfica oficial, da qual é garante a Irreal Academia do Impaís; e que os livros produzidos pelas editoriais possam receber qualquer tipo de ajuda se não cumprirem com essa norma.

 2 comentarios en: Cultura, Língua karma: 108
24votadas

Lídia Senra - O CETA é a entrega da soberanía dos pobos ás multinacionais [CAS] vídeo

Canle de AGEE. Intervención de Lídia Senra sobre o acordo de libre comercio UE-Canadá no Pleno do Parlamento Europeo o 16/09/2014.

 5 comentarios en: Cultura, Língua karma: 83
27votadas

Condenan a un total de 11 anos e 5 meses a 6 das 11 persoas acusadas no xuízo #8F45anos

Once anos e 5 meses de prisión. É a pena total que a xuíza impón a 6 das 11 persoas encausadas no proceso coñecido como #8f45anos, e polo que se xulgaban os incidentes decorridos en Compostela en 2009 co gallo da convocatoria dunha manifestación de Galicia Bilingüe contra "la imposición del gallego". Cinco das acusadas foron absolvidas de todos os cargos: Alexandre R., Roberto R., Abraham P., Roberto C. e Antonio F.A sentenza, segundo confirmaron fontes da defensa a Sermos Galiza, contempla unha pena que implicaría o ingreso en prisión dun dos

 sen comentarios en: Cultura, Língua karma: 103
29votadas

Canal + ignora unha clienta porque fala galego

Tras dous meses agardando resposta logo de informar dun problema co servizo que tinha contratado, esta clienta volveu insistir solicitando unha contestación, ante o que o Servizo de atención ao cliente de Canal + respondeu literalmente: “Sentimos informarle de que desde nuestro Centro de Servicio al Cliente sólo nos es posible atender las comunicaciones realizadas en español. No nos ha sido posible realizar la traducción de su escrito por lo que le rogamos que nos lo vuelva a enviar en español para poder atender su consulta.”

 sen comentarios en: Cultura, Língua karma: 107
36votadas

'Palhaça’ por falar galego em Lugo

Hoje aconteceu-me algo que já nem pensava que pudesse acontecer: uma jovem, ao me despachar pan numa loja chamou-me «palhaça» por falar em galego. Ainda , segundo ela, faltei-lhe ao respeito simplesmente por lhe perguntar o preço do pão em galego.- Quanto é?- ¿Cómo? ¿Cuanto es?-Não. Disse «quanto é?», em galego.- Es que yo no hablo gallego. Estamos en España.- Pois aqui estamos na Galiza. Podemos falar castelhano no resto do Estado, mas só galego aqui.- Yo ni lo sé ni quiero saberlo.- Sabes o quê? Já não levo o pão.Ao sair eu pela porta escute

 sen comentarios en: Cultura, Língua karma: 107
20votadas

Aporto: Cinco anos tecendo redes vídeo

Documentário sobre os cursos aPorto, da origem à actualidade, na sua 5ª edição. 2010-2014

 sen comentarios en: Cultura, Língua karma: 103
21votadas

Prioridade às línguas minoritárias vídeo

A UNESCO estima que metade das mais de 6 mil línguas faladas hoje em dia vai desaparecer até o final do século. Há várias razões pelas quais algumas línguas são abandonadas e outras prosperam. Vamos para o Quénia descobrir o que está a acontecer por lá e como um homem está a lutar para manter a sua língua materna viva. Fomos até o País Basco descobrir o que está a acontecer com a língua basca, que a UNESCO diz estar em risco de desaparecer. Vamos ver os esforços que estão a ser feitos para a salvar. O processo começa nas ikastolas.

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 95
19votadas

Carvalho contra Piñeiro: um documento para a história do reintegracionismo

Se há uma coisa certa no movimento reintegracionista é que ainda nos resta muito por conhecer na nossa história. Poucos historiadores têm prestado a devida atenção ao discurso de língua dentro do galeguismo político e cultural, embora o reintegracionismo também tenha a sua parte de responsabilidade. A recorrente utilização de expressões como “A tradição do galeguismo histórico sempre foi lusista”, legitimava as teses do integracionismo (por citar a expressão alcunhada por Rodrigues Lapa), mas paradoxalmente também paralisava o seu conhecimento.

 4 comentarios en: Cultura, Língua karma: 97
16votadas

Diferenças ortográficas entre o inglês britânico e o americano

Injustamente, sempre se fala do inglês americano e o britânico como se forem as duas únicas variantes que existem, quando há muitas mais, como o australiano, o sul-africano, o irlandês... mas som as duas mais estudadas. Además das evidentes diferenças fonéticas e os giros lingüísticos, há diferenças ortográficas. Vejamos vários exemplos.

24votadas

O galego e a Lusofonia

Qual a relação entre o galego e a Lusofonia? Desde há décadas, do lado galego não há uma resposta única. [...] Porém, não se pode falar de dois blocos enfrentados, mas de tendências misturadas, que passam por duas soluções principais: uma é o uso de uma grafia de base espanhola para o galego, outra é a adaptação da ortografia portuguesa para a escrita do galego.

 sen comentarios en: Cultura, Língua karma: 105
19votadas

Carne de Fronteira: Português oliventino vídeo

Vídeo realizado por Milagros Rodríguez e a associação Além Guadiana para a promoção da língua portuguesa em Olivença.

 2 comentarios en: Cultura, Língua karma: 97

Chuza