22votos

Francisco Sánchez ‘O Escéptico’, o Descartes galego

O filósofo e médico do Renacemento anticipou o método científico, a dúbida metódica e fixo avances en Medicina ou Matemáticas.

17votos

Hoje cumprem-se 100 anos do atentado de Sarajevo que deu na 1ª grande guerra e que marcou o século XX vídeo

O vídeo é de muito interesse e desloca-nos ao clima em que se viviam os factos Um bom trabalho jornalisto sobre isso é o que hoje publica vilaweb.cat vilaweb.cat/noticia/4200380/20140628/gavrilo-princip-capgirar-historial beijos Helena

24votos

A República Galega: A historia non oficial

O 27 de xuño de 1931 unha Greve Xeral Revolucionaria remataba coa declaración da República Galega. Tras a dimisión do xeneral Miguel Primo de Rivera en xaneiro de 1930, Alfonso XIII tentou devolver o réxime monárquico ao rego constitucional e parlamentar malia a debilidade dos partidos dinásticos. Para iso, o goberno da Coroa convocou unha rolda de eleccións que debían inxectar lexitimidade democrática nas institucións monárquicas e rexenerar o réxime. Foi nomeado xefe nominal de goberno Juan Bautista Aznar.

15votos

O império português é talvez o mais flexível a gerir populações coloniais até ao século XVIII [en/gal]

Artigo em galego ir.gl/3e84 Francisco Bethencourt faz uma história do racismo no mundo ocidental. É uma obra surpreendente, publicada em inglês, e que traz à historiografia portuguesa uma ambição temática a que não estamos habituados. O seu livro, ao convocar um tema como o racismo e ao fazer uma história comparativa, vai ao coração das sociedades coloniais e à gestão dessas populações. Como é que se deve lidar com a intensa miscigenação no Brasil dos portugueses com a população indígena e com os escravos africanos.

20votos

As minas romanas de ouro da desembocadura do Masma, incluídas no inventario de xacementos arqueolóxicos

As explotacións mineiras das Covas (Barreiros) e da Espiñeira (Foz) veñen de ser recoñecidas como xacementos arqueolóxicos pola Dirección Xeral de Patrimonio.

19votos

Ferreiro e Pimentel na denuncia do sadismo franquista

"...que tudo começou quando Gregorio, republicano, soube que os falanxistas o tiñan na lista para "darlle o paseo", agravado pelo facto de Sara o ter prefererido a Manuel, que aderira às tropas nacionalistas. Tudo isto obrigou-o a ter de fugir para escapar à morte, uma vez que aquelas, procurando descobri-lo, montaram sistematicamente guarda à sua casa.. Os que engrossavam estas tropas eram naturalmente homems sem valores e com uma desmedida ânsia e desejo de poder, ambicionando um cargo que os fizesse ultrapassar obstáculos..

29votos

O exército négalle a unha familia galega documentos incautados polos franquistas en 1936

Raúl Solleiro reclama uns folletos escritos polo seu avó, o pensador anarquista Ricardo Mella. O Goberno declarou en 2010 ilegal a causa franquista na que foron requisados os documentos. O Tribunal Militar Territorial Cuarto da Coruña negou o pasado 12 de xuño a Raúl o dereito a recuperar os documentos e folletos.

 4 comentários em: Cultura, Historia karma: 106
17votos

A Torre de Xunqueiras

Unha fortificación inédita no sur do Barbanza abre novas hipóteses sobre como se pode documentar arqueoloxicamente a conformación das liñaxes

16votos

O resgate do soldado Ivan na Segunda Guerra Mundial

O camarada Ivã dirigiu seu tanque até o portão de Auschwitz; foi quem abriu caminho até o bunker de Hitler. A coragem e a tenacidade do camarada Ivã derrotaram a Wehrmacht, e nada tiveram a ver com os erros do tempo de guerra e os crimes de Stálin. O mundo tem dois heróis: meu Tio Bill e seu camarada Ivã, soviético. É obsceno homenagear o primeiro sem também homenagear o segundo.

30votos

O torques de Burela, así como o resto da colección da familia Álvaro Gil, de novo na Galiza vídeo

As corenta pezas recuperadas volverán estar no Museo provincial de Lugo entre finais de agosto e principios de setembro.

 2 comentários em: Cultura, Historia karma: 108
19votos

A nova disputa por África

Mapa interativo sobre o passado e o presente da colonização do continente africano. [texto em inglês]

22votos

Investigadores de Aberdeen estudan os restos da presenza viquinga na zona da Mariña

O equipo de traballo procedente da universidade escocesa está sorprendido polo número de vestixios existentes. A súa idea é publicar dous artigos en revistas especializadas, que axudarán a divulgar a riqueza patrimonial.

 2 comentários em: Cultura, Historia karma: 109
26votos

Amoeiro coloca placas contra a ditadura sobre símbolos falanxistas

As fontes públicas de Trasalba e Portocelos locen placas que informan sobre a propaganda da ditadura, coa intención de que non se esqueza o que pasou.

 1 comentários em: Cultura, Historia karma: 111
38votos

Uma inexistente cultura castrexa. Comun hábitat e civilização celtoatlântica da idade do ferro

Uma treba galaica, como Trasancos, poderia, dependendo de seu tamanho, ter entre 80 e 120 castros na Idade do Ferro. O castro [a, 177-185; 187-197] projeta sobre seu minúsculo território econômico (de 1’5 km de rádio por meio-termo) uma direitura ou jurisdição cum omnia intus clausis et extrinsecus foris, compreensiva de pastos, bosques, montes e cursos de água, perfeitamente demarcada per suis terminus et locis antiquis [a, 204-205; a, 226-296; b, 131; 152]. É um bem pertencente, pro indiviso, ao Dominus, à cabeça...

21votos

Fuco Gómez: um independentista na Havana

Fuco Gómez nasceu o 9 de julho de 1895 em Ouselhe, Bezerreã (Lugo), e sendo quase um neno partiu como clandestino rumo à ilha de Cuba. Por aqueles anos Cuba albergava uma colónia galega muito extensa. Os exilados da Primeira República e a emigração de primeiros de século converteram esse país num dos destinos mais cobiçados polos emigrantes. Pola ilha passaram Ramón de la Sagra, Curros Enríquez, Castro Chané, Nan de Allariz, Waldo Álvarez Ínsua, etc. Fuco Gómez, ávido de conhecimentos, principia a sua formação autodidata.

 2 comentários em: Cultura, Historia karma: 133

Chuza